Sobre a República Federativa do Brasil.

terça-feira, 15 de novembro de 2011



Hoje, 15 de novembro, uma grande parte dos brasileiros, se não todos, está extremamente feliz pelo fato de ser feriado nacional. Obviamente quem não gosta de feriadozinho no meio da semana? Ótimo pra repor as forças para agüentar os dias úteis que ainda estão, mas este não é bem o acaso.  O tema em pauta aqui é o motivo deste feriado, ou seja, a PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA. Base onde está fundamentada a democracia brasileira. 

Vamos entender melhor o fato histórico: 
''No final da década de 1880, a monarquia brasileira estava numa situação de crise, pois representava uma forma de governo que não correspondia mais às mudanças sociais em processo. Fazia-se necessário a implantação de uma nova forma de governo, que fosse capaz de fazer o país progredir e avançar nas questões políticas, econômicas e sociais.''

Dessa forma, entende-se que ato da proclamação foi realmente fundamental para fazer valer o progresso de um país tão delimitado ao domínio de terceiros. Equívoco pensar que assim o Brasil se viu livre de todo e qualquer poder português ou de quem desejasse aqui instalar por mais tempo ainda, um sistema voltado completamente para o excesso de autoridade. Revoluções não acontecem de um dia para o outro, mas o primeiro passo, precisa ser dado. E foi isso que aconteceu em 15 de novembro de 1889. 

''[...] o Marechal Deodoro da Fonseca, com o apoio dos republicanos, demitiu o Conselho de Ministros e seu presidente. Na noite deste mesmo dia, o marechal assinou o manifesto proclamando a República no Brasil e instalando um governo provisório.
Após 67 anos, a monarquia chegava ao fim. No dia 18 de novembro, D.Pedro II e a família imperial partiam rumo à Europa. Tinha início a República Brasileira com o Marechal Deodoro da Fonseca assumindo provisoriamente o posto de presidente do Brasil. A partir de então, o pais seria governado por um presidente escolhido pelo povo através das eleições. Foi um grande avanço rumo a consolidação da democracia no Brasil.''

As mudanças então começaram a surgir em escala crescente, visando um futuro melhor e mais igualitário para a população. Tal discurso pode aparentar fortes traços de utopia. Mas, acreditar que esta ação foi essencial e verdadeira, para a formação de uma nação mais justa, se faz necessário. Pois só assim, é possível nutrir uma sólida ligação com o nosso povo, com a nossa gente. Mantendo sempre, uma contante esperança de dias mais amenos. Porque afinal de contas, o povo deve ter noção de sua história, de seu passado, para conseguir entender o presente e almejar um futuro de sonhos e realizações. 




5 comentários:

  1. Bom, acompanhado disso que tu falou vieram as pressões externas e internas. Muito se copiou da revolução francesa, muito se espelhou nos Estados Unidos. A questão teoricamente buscava igualdade, mas veio pra reforçar o poder de antigas lideranças que estavam em crise. Claro que foi um grande passo pra democracia e uma utópica igualdade, mas o objetivo foi mesmo reforçar o poder das lideranças da época ;\

    ResponderExcluir
  2. belo texto Herlene. :)

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o que o amigo acima falou. A proclamação da República na verdade veio para reforçar o poder de certas lideranças. Lógico, isso iria acontecer cedo ou tarde, mas da forma como o correu nossa República já nasceu errada. Talvez a História explique muita coisa do que vemos hoje na política!

    ResponderExcluir
  4. Como foi dito no Enem, teve uma turma nos anos 30 que ignoram totalmente a existencia dessa proclamação pois eles acham que só a partir daquele século é que o Brasil se tornou de fato uma republica. Eu acho que mesmo que tenha finalmente se tornado uma republica, demoramos anos pra ter a real democracia, mas ainda sofremos com problemas gerados pelo passado e que no presente, surgem como cancêrs para o crescimento do país.
    Mas olho com uma visão otimista da Nova Republica, formada pelos jovens de hoje.

    ResponderExcluir
  5. A tal Proclamação da Republica (entenda golpe de estado) trouxe significativas mudanças, principalmente na ideia de Estado Laico com a separação entre Estado e Igreja. E muita coisa demorou a ser processada, principalmente em termos de mudanças sociais...É que o povo assistiu "bestializado" a tal instalação da Republica. Mas hoje, não é muito diferente, quantos expectadores estão assistindo o desenrolar dos fatos, sem interferir ou questionar? Belo texto!!!

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião sobre o post acima! Juro que não vai doer nada :)

OBSERVAÇÃO: Xingamentos ou comentários que fujam, completamente, do assunto tratado no post, serão DESCONSIDERADOS!

Obrigada e volte sempre! ;*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...