A louca que brincava de ser meiga.

sábado, 26 de maio de 2012



Olá, caros amigos e amigas...

Passamos boa parte de nossas vidinhas tão sem graça, fingindo e escondendo de nós mesmos, o que realmente somos. Dependendo da situação, vestimos o figurino que melhor se encaixa... Mas convenhamos... Não é sempre a carapuça serve com perfeição. Não é sempre que se pode sorrir e achar que tudo está fluindo às mil maravilhas. O mais correto disso tudo, seria se encarássemos o mundo, como ele realmente é.  Sujo, defeituoso e sem nexo.

As pessoas costumam cobrar umas das outras, o que nem elas se propõem a ser. Por que isso mesmo, hein? É tão complicado assim colocar pra fora toda a loucura que há dentro de vocês? Poxa, se permitam mais. Inovem. Buscar diferentes e revolucionárias alternativas pra fazer a vida valer à pena ou ter, pelo menos, algum sentindo que lhe prenda a atenção. Nem que para isso, vocês tenham que surtar de vez em quando.

Ah, só porque a maioria resolveu seguir a regra pseudo comportadinha, não quer dizer que vocês precisam ser assim também. Claro, vocês não vão sair por ai, usufruindo de uma utopia de liberdade confundida com a libertinagem, mas também não vão se prestar à papéis de cidadãos extremamente conservadores como bem manda o ‘’Manual de Vida Sem Gosto Algum’’ que a sociedade trata de empurrar guela abaixo dos indivíduos.

Surtos, crises de loucura, ataques histéricos e arrogantes, tudo isso pode ser perdoado quando se busca um bem maior. Quando se trata de mostrar ao mundo, que você não é mais um que vai, simplesmente, abaixar a cabeça e obedecer com tamanha veemência ao senhor superior.

O rosa não mais me agrada. Fazer à simpática se eu não estou com vontade? Muito menos. Não terá meu sorriso com facilidade e isso será normal. Não mais me importo com o que tenho de ser ou deixar de ser. O que já me incomodou bastante... Agora nem faz falta. Simplesmente sou e quem não gostar disso, o problema não é meu. 


Beijos da louca meio meiga, meio besta.

8 comentários:

  1. Ain que ódio, eu tinha escrito um comentário tão lindo e a minha internet morreu bem na hora de postar T_T enfim, resumindo não tão poeticamente o que eu havia dito: eu super concordo com o seu texto! e adooorei a forma que você colocou isso. Realmente, hoje em dia os 'padrões' estabelecidos pela sociedade são ridículos e o pior de tudo: as pessoas se deixam influenciar por isso.
    Enfim, acho que você ta super certa em apontar a sua opinião, assim, vários leitores do seu blog que talvez estejam indo para esses padrões possam ser salvos, né? *-* uahsuidhaiuhdiuasd.

    Beijinhos e um ótimo fim de semana! :*
    http://www.oblogdasgarotasinteligentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. São coisas difíceis de encarar... Hoje, as pessoas cobram cada vez mais das outras e não se permitem, vivem presas aos fingimentos. O bom é encontrar a válvula de escape e colocar tudo pra fora! haha

    http://devaneiointeligente.blogspot.com.br/
    * ♕ ✐ ✰ ☮ ♫ ♡

    ResponderExcluir
  3. Faço suas as minhas palavras, falou tudo que penso, tudo que sinto em relação a sermos quem realmente somos. E confesso, já não tenho mesmo mais paciência para tentar agradar ninguém ao meu redor, as pessoas que me amam, amam do jeito que eu sou, do jeito meio louco, meio estranho que eu sou e as que não gostam disso, well, não posso fazer nada se não ignorá-las.

    Muito bem escrito seu texto <3
    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito bem elaborado o texto, Herlene.. E é bem isso aí mesmo, temos que deixar de ser quem querem que sejamos e passar a ser nós mesmos.
    "Fazer à simpática se eu não estou com vontade? Muito menos. Não terá meu sorriso, isso você a indiferença. Isso é normal. Não mais me importo com o que tenho de ser ou deixar de ser."
    Isso resume tudo! De uns tempos pra cá também não ando mais me importando, deixei de dar sorrisos forçados e 'bom dia' só pra agradar. Afinal, as 5 horas da manhã não é um bom dia.. Beijos
    http://missperolices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ser quem eu sou e não ligar para opinião alheia... faço suas minhas palavras Herlene !!

    Antes do Salto || AS - Tutoriais


    Seguindo ...

    ResponderExcluir
  6. O melhor é sermos nós mesmos, sem máscaras, sem nenhum disfarce. Sempre de alma e coração aberto, mas sem nenhuma falsidade.
    Quando agimos com sinceridade tudo fica mais claro e bonito.

    Tuas palavras me fez refletir bastante.
    Estou ficando por aqui. Um grande abraço.

    http://luzia-medeiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Céus, tu escreves tão bem, vai envolvendo, pedindo mais e mais.

    ResponderExcluir
  8. Eu odeio gente que fica seguindo um padrão só para não ser motivo de conversa alheia. Que se dane os outros e o que eles vão pensar sobre você. Não tem porque ficar se limitando só porque o povo da rua que não é nada seu, vai falar alguma coisa. Eu gosto de ser louca e ao mesmo tempo certa, eu sou meio termo pela vergonha. Costumo me soltar mais e ser quem sou com meus amigos, mas queria mudar um pouco e esquecer de uma vez isso de vergonha. Estou trabalhando nisso :) Enfim, seu texto ficou demais e concordo com tudo que você disse.

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião sobre o post acima! Juro que não vai doer nada :)

OBSERVAÇÃO: Xingamentos ou comentários que fujam, completamente, do assunto tratado no post, serão DESCONSIDERADOS!

Obrigada e volte sempre! ;*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...