Tempestade adormecida.

domingo, 20 de maio de 2012


Eu queria escrever coisas felizes aqui e contar o quanto a vida é linda, mas eu me nego a mentir para vocês. Não quero nutrir a ilusão de que tudo está bem ou que ficará bem num piscar de olhos. Não sei se estou agindo corretamente em escancarar o peito e mostrar minha dor de forma tão nua e crua, mas o que posso fazer? É mais forte do que eu.

Acabo repetindo esse mesmo assunto ‘deprê’ em diversos textos.  Mas fazer o que? Esse espaço é pra falar de sentimentos, dos meus sentimentos, não posso fingir. A sinceridade deve reinar. As palavras devem fluir naturalmente, ou então corro o risco de parecer artificial e isso jamais.

Não apresento o que não sou. Cada pedaço que você reconhece em mim, é realmente meu. Nenhuma máscara faz parte do meu figurino. Talvez, o que possa acontecer, é que você tire conclusões precipitadas do que pensa conhecer em mim. E só o tempo, será capaz de abrir seus olhos e lhe mostrar a face oculta das muralhas que ergo ao meu redor, que não escondem nada, mas estão lá para me proteger.

Ainda sofro com isso, com o que não posso prever. Então teimo em me proteger, criando um mundo só meu. Um mundo que me separa do que aparenta ser perigoso. Não quero me machucar e não quero ver quem eu amo também se machucar. E assim me guardo, me resguardo. Não quero atiçar outras dores. As feridas antigas ainda nem fecharam totalmente e eu não quero nem pensar em adquirir novas. Por isso, continuo me protegendo dos monstros e dos meus piores pesadelos e nem sei até quando tudo estará bem. Afinal, a calmaria não passa de uma tempestade adormecida. 


15 comentários:

  1. Viver é isso... É a incerteza do que vem depois e é normal algumas vezes ficarmos com medo eu também tenho muito disso de me proteger e tudo mais e eu acho isso um tanto ruim.. Temos que aprender a quebrar esses muros e não ter medo de viver..
    Muito bonito seu texto, como sempre
    http://primeirapessoa-dosingular.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pérola ;)

      Bobagem humana é achar que dá pra fazer planos pra vida e manter a ilusão de que eles vão seguir conforme o planejado.

      Obrigada pelo seu comentário! ;*

      Excluir
  2. Oi Herlene, tudo bom?
    Queria pedir desculpas por não avisar que publiquei seu post. Me desculpa, mesmo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaina, agora está tudo certo. Você já sabe que pra divulgar texto meu em seu blog outra vez é só me avisar primeiro.

      ;*

      Excluir
  3. Oi Herlene.

    Visitando uns blogs amigos cheguei ao seu.

    Gostei muito desse seu cantinho.

    Concordo com você. Escrever coisas belas se o coração não está belo não vale a pena.

    Teve uma época que achei que meu blog seria só lamentação...

    estou de seguindo.

    bjo

    filhadejose.blogspot.com
    Ana Virgínia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana ;) Seja bem-vinda! Obrigada pelo carinho ;*

      Excluir
  4. Continue escrevendo o que sente, mesmo sendo repetitivo, se é sincero, tá muito bom.
    Eu sou assim, construí muralhas ao meu redor pra me proteger, construí um mundo só meu pra isso também, mas principalmente pra ver de fora o mundo alheio e tentar me orientar e saber o que fazer.

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jeniffer ;)

      O pensamento ruim de que estou sendo repetitiva vai embora, quando lembro que estou sendo sincera e verdadeira comigo mesmo e isso é o que importa.

      Obrigada pelo seu comentário ;*

      Excluir
  5. Não é uma coisa repetitiva, eu também me sinto mal as vezes mas não desabafo, não exponho isso. Tu tens a coragem de expor, mesmo no fundo não querendo. É um escape, uma forma de gritar para o mundo o que está sentindo. Não fique mal por isso, essa liberdade que tu tens de se abrir pra si mesma é algo que poucos conseguem. Gosto muito de você e tu sabes que o que sempre precisar, estarei por aqui.

    ResponderExcluir
  6. "O poeta só é grande se for triste". Tristeza faz parte da vida, principalmente de quem escreve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. As vezes eu passo por isso: Parece que eu repito o mesmo assunto deprê em milhares de textos, mas não é repetitivo e nem cansativo, você tem que continuar escrevendo e colocar seus sentimentos pra fora em LINDOS textos.
    Beijos
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  8. É normal uma hora ficarmos de saco cheio de repetirmos os assuntos, mas o blog é como um diário, temos que ser sinceros. Um ótimo lugar para nos abrirmos.
    Uma hora essa coisa toda passa. Sei bem como é.

    http://sukitadecereja.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ah querida! As vezes também me sinto assim, querendo escrever algo feliz estando presa aos meus sentimentos infelizes. Me sinto ridícula falando de dor, e contando meus problemas pequenos, mas é melhor assim, porque se for pra escrever, se for pra fazer qualquer coisa, que seja plenamente. Que eu me entregue inteiramente diante daquilo que sou e daquilo que sinto. Mesmo que seja pra escrever algo triste e melancólico.

    Seu texto é lindo e sincero. Tocante como deve ser. Acima de tudo, me identifiquei muito com ele. Também sou de erguer muralhas e de tentar inutilmente me proteger do mundo: "E assim me guardo, me resguardo."

    Beijos!
    http://www.ideias-defenestradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Melhor falar de um sentimento frio e triste, mas real, do que se enganar durante um bom tempo com uma máscara dizendo que tudo está bem e que o mundo é colorido como em um conto de fadas, por que não é.
    Seu texto ficou muito bom, parabéns!
    Abç

    http://adraftbox.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Herlene, boa tarde!

    Mando o material q vc pediu pelo twitter, para ql e-mail?

    Abraços

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião sobre o post acima! Juro que não vai doer nada :)

OBSERVAÇÃO: Xingamentos ou comentários que fujam, completamente, do assunto tratado no post, serão DESCONSIDERADOS!

Obrigada e volte sempre! ;*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...